Somente nos últimos 45 dias, mais de 24 mil paraibanos estão na fila de espera do INSS

O caos que se alastra em todos o país com as longas filas de espera de mais de 1 milhão de pessoas para dar entrada na aposentadoria e em outros benefícios também tem reflexo na Paraíba. Segundo dados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) repassados ao Portal ClickPB 24.469 paraibanos deram entrada nos pedidos de previdência e os atrasos já somam mais de 45 dias.

O governo federal anunciou um conjunto de medidas para reduzir o estoque e acelerar o acesso a benefícios concedidos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Atualmente, são 1,3 milhão de pessoas que aguardam análise dos seus pedidos há mais de 45 dias.

Os benefícios mais procurados pelos paraibanos se dividem em Assistencial à Pessoa com Deficiência (BPC – LOAS); aposentadoria por idade; e aposentadoria por tempo de contribuição.

Fazem parte das medidas anunciadas, alinhadas com o Ministério da Defesa, a seleção de 7 mil militares da reserva, que, para atuarem no atendimento ao público no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), demanda um decreto presidencial e uma portaria ministerial. Ainda não se sabe quantos militares deverão ser destinados à Paraíba.

Também estão nas medidas restrição às cessões de servidores do INSS a outros órgãos, simplificação e redução da burocracia no atendimento aos segurados e uma perícia preferencial nos servidores afastados do Instituto.

“Nossa expectativa é que a partir do sexto mês de efetiva implementação das medidas o estoque de pedidos seja compatível com o processamento mensal”, explicou o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, durante entrevista coletiva, realizada em Brasília, para o anúncio das medidas.

Redação