João mantém medidas de segurança na PB, e diz que estradas continuam liberadas

O pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro, nesta terça-feira (24) em cadeia nacional de Rádio e TV, gerou revolta em governadores e autoridades políticas de todo o Brasil. Na Paraíba, o governador João Azevêdo tachou o pronunciamento de “desserviço à nação” e garantiu que vai manter exatamente o plano elaborado.

De acordo com João, a posição será manter exatamente o plano elaborado anteriormente.

No pronunciamento, o presidente criticou a postura dos governadores de determinar proibição de transportes, comércio e confinamento em casa. Utilizando de fake news, e distorções de informação, o presidente atacou os gestores tachando de ‘conceito de terra arrasada’.

Estradas da Paraíba continuarão abertas

O governador João Azevêdo (Cidadania), assegurou que as estradas da Paraíba continuarão abertas durante a quarentena imposta para evitar a disseminação da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

“Embora a restrição da circulação nas ruas das cidades seja muito importante para conter o COVID-19, é fundamental manter o abastecimento dos supermercados, frigoríficos, farmácias e hospitais, até para evitar que as pessoas tenham que se deslocar para outros lugares para ter acesso a itens básicos, como alimentos, água e remédios”, postou.

Ele ainda completou agradecendo àqueles que realizam o transporte de cargas pelo país.

“Por isso nossas estradas seguem abertas para o trânsito de carga, com barreiras sanitárias nas divisas, para proteger motoristas e caminhoneiros que tem a importante missão de manter nossa população abastecida. Fica aqui o nosso agradecimento a esses heróis anônimos que estão nas estradas garantindo que você possa ficar seguro em casa. #FicaEmCasaPB”, arrematou.

Redação