Deputado cobra reconhecimento e respeito às equipes de saúde pela Prefeitura de João Pessoa

A Medida Provisória da Prefeitura Municipal de João Pessoa, que estabelece gratificações apenas para os médicos durante a pandemia do novo coronavírus, tem provocado indignação dos demais profissionais da área da saúde. Para o deputado federal Ruy Carneiro, que tem atuação contundente junto às instituições de saúde da Paraíba, a diretriz publicada nesta quinta-feira (28) exclui toda uma gama de profissionais que estão no dia a dia da batalha, colocando a própria vida em risco, para salvar as vidas das pessoas.

“Você já imaginou uma unidade de saúde só com médico? Isso não existe. Mas, na cabeça deles, só esse profissional deve receber bonificação”, asseverou Ruy Carneiro.

O deputado informou ainda, em vídeo publicado nas suas redes sociais, que vai lutar para que isto não se concretize, para o benefício seja ampliado a todos que participam da rede de atendimento às vítimas do Covid-19. “Não é respeitoso com os profissionais que estão lá arriscando as próprias vidas. Não é momento de excluir, mas sim de incluir. Enfermeiro, socorrista, farmacêutico, motorista de ambulância, psicólogo, entre tantos outros profissionais ficaram de fora. Mas vamos lutar para que isto não continue”, pontuou Ruy Carneiro.

A Medida Provisória 79/2020 da prefeitura prevê a Gratificação Temporária de Emergência emSaúde Pública – Gtesp, “com exclusividade ao servidor ativo ocupante de cargo público de provimento efetivo de Médico”. Ou seja, todos os demais profissionais das Unidades de Pronto Atendimento (Upas), do Hospital Santa Isabel, do Hospital Municipal do Valentina, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) não receberão nenhum benefício por estar se dedicando no combate à pandemia.

Ruy Carneiro cobrou a valorização das equipes com a hashtag #TodosMerecemReconhecimento. “O combate ao coronavírus é feito por uma equipe. E toda essa equipe merece ser reconhecida”, arrematou o deputado.

Redação