João Azevedo estipula prazo para definir sobre rumo partidário

O governador João Azevedo (PSB) afirmou que é possível que deixe o PSB ainda este ano e citou que, desde que problemas foram instalados na legenda, tem recebido convites para fazer parte de outros partidos.

João considerou que o PSB não tem feito questão de sua presença no partido e citou que deve resolver esse assunto até o fim deste ano.

João ressaltou que vai procurar um partido que possua “uma linha programática” de acordo com o que ele considera ser a melhor política.

– A partir do problema que aconteceu enquanto instituição da executiva do PSB que eu tenho recebido diversos contatos de partidos e isso muito me honra. Esse não é o meu foco, até o final do ano teremos a definição desse quadro – disse.

Governador não vai a encontro do PSB em Brasília

Nesta sexta (29), o PSB deve realizar uma reunião em Brasília, mas uma das principais lideranças paraibanas do partido, o governador do Estado João Azevêdo, vai levar falta.

Segundo o ainda socialista, que já declarou ter planos para deixar o partido, a decisão não é política.

Ele disse em entrevista que, no dia do encontro, tem uma agenda com investidores da Bolsa de Valores em São Paulo e que a economia do Estado é uma pauta mais importante.

– Na próxima sexta estarei na bolsa de valores de São Paulo, apresentando a Paraíba para um grupo de empresário que querem investir no Estado. É mais importante manter a economia do Estado – frisou.

João também falou sobre sua possível saída do jardim dos girassóis. “A minha decisão sobre ficar, ou não, no PSB não interfere na gestão da Paraíba”.

Redação