‘Se houver o mínimo risco, Ricardo vai ficar no governo’, revela João Azevedo

ricardo e joãoO secretário de Estado e pré-candidato a governador, João Azevedo, comentou em entrevista nesta sexta-feira (09), que o governador Ricardo Coutinho (PSB), confia na vice Lígia Feliciano (PDT), porém não vai anunciar se deixa ou não a gestão até ter certeza que o projeto se manterá.

Azevedo descartou as especulações a respeito do projeto de candidatura para prefeito em 2020 alegando que não se pode fazer planejamento em política de longo prazo, pois a situçaão se altera com o tempo e que justamente por isso “se houver o mínimo risco de tudo o que foi construído pela Paraíba – como a estabilidade fiscal, gestão de recursos humanos e financeiros de estado – ele está disposto a ficar até o final do governo.

“Ele tem obsessão por realização de obras e ações e não duvido que no dia 31 de dezembro esteja inaugurando obras”, disse.

O secretário afirmou ainda que é louvável a atitude de Ricardo, se decidir ficar, pois pelo que é apontado ele teria uma posição confortável numa disputa pelo Senado. “Se ele vai voltar a ser candidato em João Pessoa ou ao governo do estado, isso o futuro dirá”, afirmou.

Azevedo ainda afastou os ‘boatos’ de que o governador não confiaria na vice. “Não é essa questão, mas é ter certeza que o projeto terá e manterá até o dia 31 de dezembro o ritmo que precisa ser mantido e terá a oportunidade de continuar até 2019”.

Para o pré-candidato, Lígia sempre demonstrou até hoje lealdade ao projeto, trabalhou e construiu, “querem sempre levar para esse lado (da confiança), não se trata que a forma de fazer está em jogo, mas a maneira como o estado é gerido. Os enfrentamentos que tem que ser feitos no dia a dia, se houver dúvida sobre essa governabilidade, o governador permanecerá”, destacou.

Marília Domingues