Líderes de organização criminosa davam ordens de dentro do presídio.

presidioO delegado Reinaldo Nóbrega deu detalhes a respeito da segunda fase da Operação Anfibius, realizada em conjunto com a Polícia Militar nesta quarta-feira (12). De acordo com o delegado, os dois líderes da organização estavam presos e comandavam o esquema de tráfico de drogas de dentro do presídio.

Nesta segunda fase oito pessoas foram presas e nove mandados de busca e apreensão foram expedidos.

“A investigação se estende desde julho, o inquérito foi instaurado pelo Grupo de Repressão à entorpecentes de Santa Rita e a primeira fase deflagrada em novembro com 14 presos. Não obstante a primeira etapa, a polícia continuou investigando e verificou a existência de outras pessoas se associando ao tráfico”, disse.

Nóbrega destacou que entres os detidos, dois já estavam em penitenciárias da Paraíba, um no PB1 e outro na Penitenciária de Santa Rita. Eles foram levados para a Central de Polícia onde serão ouvidos, junto com os outros seis, e então encaminhados para a audiência de custódia.

Entre os presos estão duas mulheres que, segundo o delegado, eram basicamente envolvidas com o esquema por serem companheiras de homens que fazem parte da quadrilha e assumirem o papel dos companheiros que foram presos, geralmente repassando ordens do presídio.

Marília Domingues / Flávio Fernandes