João nega ser vice e diz em carta que não quer participar de Comissão nem aceita dissolução do PSB/PB

Aconteceu uma coisa em Brasília. E outra na Paraíba nesta segunda-feira. De lá, da Capital federal, a informação de que ficou acordada com a Direção Nacional do PSB que o a Comissão do Provisória do partido na Paraíba teria o ex-governador Ricardo Coutinho como presidente e o governador João Azevedo como vice. Mas não é isso que diz numa carta assinada por João e outros 18 socialistas, entre eles o presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino, enviada hoje para Siqueira.

Na carta, João e os demais subscritores revelam o passo das relações internas no partido e condenam o ato final de dissolução do diretório com a consequente queda de Edvaldo Rosas da presidência. E dizem que não há interesse na participação da Comissão Provisória.

A missiva termina com as palavras escritas em letras garrafais “DEMOCRACIA, SEMPRE. RETROCESSO JAMAIS!”.

Veja carta, na íntegra:

Carta Baixar

Com Paraiba.com