Lula e José Dirceu se reencontram depois da prisão

O ex-presidente Lula e seu ex-ministro José Dirceu voltaram a se reencontrar, na noite de ontem (9), em Curitiba, após serem libertados em razão da decisão do Supremo Tribunal Federal que reafirmou a presunção de inocência que é cláusula pétrea da constituição brasileira.

Os dois foram depois da decisão do STF que retomou a presunção de inocência no Brasil. Dirceu foi o principal arquiteto do projeto que levou Lula à presidência da República e também a cadeia com a descoberta do mensalão no Congresso Nacional.

Condenado a trinta anos, nove meses e dez dias de prisão na Lava Jato pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, José Dirceu estava detido desde maio deste ano após o Tribunal Federal da 4ª Região (TRF-4), o Tribunal da Lava Jato, impôr condenação no processo que envolve o recebimento de propinas de R$ 7 milhões em contrato superfaturado da Petrobrás com a empresa Apolo Tubulares, fornecedora de tubos para a estatal, entre os anos de 2009 e 2012.”

O processo contra Lula e Dirceu continua, e se julgados procedentes no STJ, retornarão a cadeia.

Redação