ÚLTIMA ESPERANÇA: STU

Ao Brasil só resta uma última esperança: o STU – Supremo Tribunal da Urna!

Nem Câmara, nem Senado, nem TRF, nem STJ, nem STF. Só o STU será capaz de mudar o país e recolocá-lo no caminho do crescimento e do bem estar social.

Só o poder do poder originário, que é o poder do povo, poderá restituir à nação a esperança perdida ante tantos golpes nela desferidos: políticos, éticos, econômicos e morais.

Em outras palavras, só o voto popular pode acabar com a bandalheira instalada em Brasília. Com raras, raríssimas exceções, Câmara, Senado, Palácio do Planalto e Supremo Tribunal Federal viraram uma “ação entre amigos”, muitas vezes para a dilapidação do erário público, como vimos assistindo quase diariamente.

O governo não governa senão em interesse próprio; a Câmara e o Senado não legislam senão em interesse próprio; o STF não julga senão para dizer que o julgamento cabe do Senado, e assim por diante.

Estamos sós. Eles de um lado e o povo de outro. E enquanto detêm o mandato que lhes outorgamos, eles fazem o que querem, deitam e rolam, negociam vantagens pessoais nos “laboratórios” dos palácios, zombam da cara da gente, etc…; eles ainda podem.

Porém, 2018 bate a porta e com ele as eleições. E muito embora eles vejam o povo como um mero detalhe, esquecem que esse detalhe tem sentimentos e vota!

Pois é com o voto, no Supremo Tribunal da Urna, que podemos e vamos dar-lhes a resposta por cassarem uma Presidenta eleita pelo nosso voto, por obstruírem a justiça de agir nos casos Aécio, Moreira Franco, Elizeu Padilha e Michel Temer, enfim por colocarem o Brasil nessa situação.

Hoje a bola está com essa gente, mas amanhã ela será nossa. Cabe-nos valorizá-la e com ela avançar em busca da meta adversária para que nas eleições de outubro façamos um golaço a favor do time do povo.

Viva o Supremo Tribunal da Urna!

Fernando Caldeira