Treze empata e corre sério risco de rebaixamento,

treze perilimaUm empate suado, mas com a visão mais próxima do fundo do poço. Essa é a situação do Treze, que corre sério risco de rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Paraibano mesmo após o empate por 1 a 1 contra a Desportiva Perilima na tarde deste domingo (17) em pleno estádio Presidente Vargas, em Campina Grande.

O jogo começou com a Desportiva Perilima tomando as primeiras iniciativas, principalmente explorando a bola parada com o camisa dez Marcelinho Paraíba. Logo aos três minutos, em uma jogada ensaiada, o meia recebeu passe do atacante Manú e, de primeira, obrigou o goleiro Mauro Iguatu a fazer uma grande defesa.

O Treze se via acuado nos primeiros minutos de jogo. Os atletas do Galo estavam nervosos, sobretudo por começarem a ouvir as primeiras vaias vindas das arquibancadas do Estádio Presidente Vargas. A insatisfação do torcedor era tamanha que começaram a entoar gritos de apoio a Marcelinho Paraíba, que jogou no Treze na temporada passada.

Enquanto isso, a Perilima continuava dominando o jogo e controlando as ações da partida, nas investidas dos atacantes Manú e Cesinha. A pressão era grande e, aos 22 minutos o camisa sete da Águia de Campina acertou um chute na trave, assustando a defesa do Galo e goleiro Mauro Iguatu, que apenas olhou, sem reação.

A Perilima continuou se impondo em campo, até que aos 37 minutos, após belíssima jogada de Cesinha, que penetrou na defesa do Galo e tocou para Marcelinho, que viu o camisa 11 Manú livre na grande área e executou um lançamento na medida para o atacante abrir o placar do jogo. Após o gol, a Perilima recuou, mas o Treze não conseguiu aproveitar as oportunidades.

Segundo tempo

O segundo tempo começou com o Treze pressionando para empatar a partida. Porém, o Galo esbarrava na defesa da Desportiva Perilima e também na má pontaria de seus próprios jogadores. Aos 14 minutos Tales fez uma boa jogada e cruzou para Jean natal cabecear, mas o goleiro Pantera fez uma excelente defesa, impedindo o empate.

O tempo foi passando e a angústia aumentando nas arquibancadas do PV. Aos 28 minutos, o treinador Kléber Romero já havia feito as três substituições no Galo, que já estava no ‘tudo ou nada’ em busca do empate. Porém, apesar de estar melhor em campo, o Galo não aproveitava as chances, esbarrando nos detalhes das finalizações.

A Perilima que não tinha nada a ver com o baixo desempenho do Treze, jogava aproveitando os erros do adversário, explorando os contra-ataques na velocidade de Cesinha e Manú.

Empate nos acréscimos

O jogo que parecia estar decidido, mudou aos 49 minutos do segundo tempo. O atacante Vanger aproveitou desvio dentro da área e chutou sem chances para o goleiro Pantera. O Galo marcou um gol após 48 dias sem balançar as redes.

Tabela

Mesmo com o empate nos últimos minutos, a situação do Treze é bastante complicada no Campeonato. O Galo precisa vencer o Clássico dos Maiorais para depender apenas dele mesmo, caso queira se livrar do rebaixamento. Em caso de uma derrota, o Treze precisa torcer para o Serrano não vencer a Desportiva Perilima, pois o resultado rebaixaria o Galo da Borborema para a segunda divisão do certame estadual.

Sousa x CSP

No Estádio Marizão, o Sousa empatou com o CSP em 1 a 1. O jogo foi bastante truncado, com o Tigre conseguindo marcar o primeiro gol, em boa jogada de Di, e depois se retrancando, explorando os erros do Dinossauro, para aproveitar os contra-ataques. Porém, o Sousa conseguiu marcar o gol do empate no segundo tempo, em belo chute de Caíque, complicando a vida do CSP no campeonato.

Nacional x Atlético

Já em Patos, no Estádio José Cavalcanti, o Atlético de Cajazeiras venceu o Nacional pelo placar de 4 a 1. A partida foi bastante disputada, com ambas as equipes buscando o resultado, apesar de viverem situações diferentes no campeonato. O Trovão Azul abriu o placar no primeiro tempo, com gol do atacante Soares.

No segundo tempo, o Nacional empatou em cobrança de pênalti de Isaías, mas não deu tempo de comemorar, pois Jackinha desempatou para o Atlético e depois ampliando com gol de Mendes e de Bruno, que deu números finais ao confronto.

Tabela

Com os resultados, Nacional e Sousa vão jogar a última rodada precisando vencer para conseguirem a classificação para a semifinal contra o Botafogo-PB. O Dinossauro faz o clássico do Sertão contra o Atlético de Cajazeiras, enquanto que o Nacional duela contra o Esporte, no clássico da Morada do Sol.

Botafogo-PB garante liderança

O Belo garantiu classificação para as semifinais do Campeonato Paraibano, mesmo sem ainda ter entrado em campo. Com os resultados da penúltima rodada, o Belo não pode mais ser atingido pelos demais clubes do Grupo A, se consolidando na liderança da chave. O Belo enfrenta o Campinense nesta quarta-feira, às 20h30, no Almeidão. A segunda vaga será decidida na última rodada entre Sousa e Nacional de Patos.

Redação