24% vão faltar ao trabalho ou escola para assistir aos jogos da Copa

copaPesquisa realizada pelo Instituto Ipsos mostra que 24% dos entrevistados pretendem faltar ao trabalho ou escola para assistir aos jogos da Copa do Mundo. Os porcentuais são mais altos na Índia (51%), Turquia (46%), Estados Unidos (46%) e Arábia Saudita (44%). O Brasil aparece na sexta colocação desse ranking, com 33% de intenção de falta nos dias de jogos.

Os países em que há menos intenção de perder dias de trabalho ou escola para assistir aos jogos são Chile (13%), Bélgica (11%), Espanha (10%) e Sérvia (6%). A pesquisa ouviu 12.207 pessoas entre 16 e 64 anos de 27 países.

Uma parcela muito pequena das empresas deve dar folga para os funcionários nos dias de jogo da seleção na Copa do Mundo: só 6%. Segundo pesquisa da Robert Half, empresa de recrutamento de executivos, 19% dos entrevistados dizem que o número de faltas dos funcionários costuma aumentar em períodos de grandes competições esportivas.

Para 46% dos entrevistados, o rendimento dos colaboradores cai nos dias de jogos da seleção. A maioria (51%) afirma que o rendimento é o mesmo, enquanto 3% afirma que ele até melhora.

Quando perguntados se a Copa interfere nas decisões de contratação, 26% responderam que negativamente.

Os dois estudos mostram que a Copa é um evento que as pessoas aproveitam em grupo, principalmente entre amigos e parentes. De acordo com a pesquisa da Ipsos, 84% assistirão aos jogos com familiares e amigos. Outros 49% afirmaram que assistirão com colegas de trabalho. E 48% dizem que irão para bares e restaurantes na hora dos jogos.

Veja