Magistrado picuiense é homenageado pelo pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba

Durante a 8ª sessão administrativa do Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba, na tarde desta quarta-feira (8), a Corte aprovou, por unanimidade, a concessão de Medalha da Ordem do Mérito Judiciário do Estado da Paraíba, na categoria de Distinção, ao juiz aposentado Edailton Medeiros Silva. A sessão, por videoconferência, foi conduzida pelo desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, presidente do Judiciário estadual.

O processo administrativo nº 0000033-98.2020.815.0000 teve a relatoria do desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides. Ao apresentar o voto, com base na Resolução nº 15/2006 do TJPB, o relator enfatizou que a concessão da medalha, na categoria de Distinção (em prata), são para pessoas que tenham se dedicado ao estudo do Direito ou prestado relevantes serviços ao Poder Judiciário da Paraíba e, também, à Justiça brasileira.

“Por onde o juiz Edailton Medeiros exerceu à magistratura, sempre foi agraciado com títulos e comendas. Por isso, é bastante justo conceder essa medalha. Sua marca é de um cidadão de bem, que exerceu à magistratura com honra e dignidade”, disse o desembargador Benevides.

O requerente da propositura foi o desembargador Fred Coutinho que ressaltou ser justa e merecida a honraria, por todos os aspectos e, acima de tudo, por ser mais um paraibano a brilhar no mundo jurídico, após trabalhar com muita honradez pelo fortalecimento da Justiça e do Direito.

“Essa propositura nasceu no anseio dos próprios magistrados. Sendo assim, foi feita uma justa homenagem ao Dr. Edailton Medeiros”, afirmou o desembargador Fred Coutinho.

No TJPB, são três categorias da Ordem do Mérito do Judiciário da Paraíba: de Alta Distinção, em ouro; de Distinção, em prata; e de Bons Serviços, em bronze.

Homenageado – O juiz Edailton Medeiros é natural do Município de Picuí. Ele exerceu diversas profissões antes de ingressar na magistratura, entre elas, frandileiro, soldado, radialista, redator e oficial de justiça.

Foi aprovado no 49º Concurso de Juiz do Estado, ingressando na magistratura no dia 13 de maio de 1996, na condição de juiz substituto. O magistrado foi designado para as Comarcas de Serraria, Catolé do Rocha, Areia e Campina Grande.

Por Marcus Vinícius/Gecom-TJPB