Primeira-dama participa de lançamento de campanha do Hospital Padre Zé

A primeira-dama do Estado, Ana Maria Lins, participou nesta quinta-feira (14), no Hospital Padre Zé, em João Pessoa, do lançamento da Campanha Pílulas de Solidariedade, que tem como objetivo arrecadar medicamentos em cápsulas que a população tem em casa e que não usa mais por já ter encerrado o tratamento. Na ocasião, a primeira-dama anunciou o apoio do Governo do Estado à campanha, por meio das Secretarias da Saúde e da Comunicação Institucional (Secom), e destacou a importância do trabalho realizado pelo Hospital Padre Zé em benefício dos mais necessitados.

Atualmente, os gastos mensais do Hospital Padre Zé com medicação giram em torno de R$ 300 mil. A meta, com o lançamento da campanha, é que o custo com remédios seja reduzido em pelo menos 30%. Com capacidade para 110 leitos, atualmente o Hospital Padre Zé conta com 92 pacientes, grande parte formada por idosos oriundos do interior do Estado.

Em visita ao Hospital Padre Zé, Ana Maria Lins pediu para a população abraçar a campanha e destacou a importância da unidade hospitalar para os que mais precisam. “É com muito orgulho que o Governo do Estado se alia ao Hospital Padre Zé na realização desta importante ação social, que é a doação de remédios, que serão utilizados em diversos tratamentos. Contamos com o apoio da população para que as pessoas que mais precisam tenham qualidade de vida”, disse a primeira dama.

O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, também destacou a importância da Campanha Pílulas de Solidariedade. “O Hospital Padre Zé é tido como referência por absorver aqueles pacientes crônicos, de longa permanência, pacientes sequelados, sendo acolhidos por este hospital. Essa campanha será muito importante também para suprir a farmácia do Padre Zé com medicamentos ambulatoriais, destinados a pessoas que têm alta do hospital, mas que não têm condições de adquiri-los”, acrescentou.

O presidente do Instituto São José, mantenedor do Hospital Padre Zé, padre Egídio de Carvalho, ressaltou que a compra de medicamentos é um dos grandes desafios na administração da unidade hospitalar, de caráter filantrópico. “É por este motivo que eu recebo com grande alegria essa parceria com o Governo do Estado. Uma união como esta, que envolve também a sociedade civil, traz benefícios tanto para o hospital quanto para o paciente”, comentou, agradecendo outras parcerias com o Governo do Estado, a exemplo de recursos destinados mensalmente por meio do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep).

“Eu não tenho dúvidas de que o espírito de Natal vai ajudar muito essa campanha. Quantos de nós, em nossas casas, temos 20 comprimidos que estão sobrando. Esse medicamento, se fica na casa da pessoa, será jogado fora, descartado de uma forma inadequada. Então, doe esse medicamento, porque ele vai salvar vidas”, prosseguiu padre Egídio de Carvalho.

Como doar – Para fazer a doação, as pessoas interessadas devem entrar em contato com o hospital pelos telefones 3041-8445 e (83) 9 9928-3101. Por enquanto, haverá pontos de coleta apenas no Hospital Padre Zé, mas a expectativa é que sejam espalhados também por igrejas da Capital.

Todos os medicamentos arrecadados durante a campanha Pílulas de Solidariedade serão submetidos à triagem farmacêutica para que possam ser utilizados por pacientes do Hospital Padre Zé, grande parte idosa e vinda do interior do Estado.

Secom-PB