Picuiense toma posse como novo presidente da Fapesq.

beto germanoNa manhã desta segunda-feira (07), o secretário executivo da Ciência e Tecnologia do Estado da Paraíba, Claudio Benedito Silva Furtado, empossou o novo presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa da Paraíba, o picuiense Roberto Germano Costa. A posse aconteceu na sede da Fapesq, em Campina Grande, numa solenidade com as presenças de coordenadores e funcionários da Fundação.

Em seu discurso Roberto Germano destacou o trabalho feito pelo prof. Claudio Furtado à frente da Fapesq nos últimos oito exitosos anos de trabalho e de projeção da Fundação em nível nacional. Afirmou que pretende dar continuidade às ações do ex-presidente da Fapesq, atual secretário de CT&I do Estado, buscando trabalhar com eficácia e sempre junto da academia para o desenvolvimento do Estado da Paraíba.

Roberto Germano Costa é natural de Picuí, Seridó paraibano, possui graduação em Zootecnia pela Universidade Federal da Paraíba (1982), graduação em Agronomia pela Universidade Federal da Paraíba (1981), mestrado em Zootecnia pela Universidade Federal da Paraíba (1991) e doutorado em Zootecnia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1996). Atualmente é professor associado da Universidade Federal da Paraíba e ex- Diretor do Instituto Nacional do Semiárido-INSA/ MCT.

“Pedimos a Deus muita luz e sabedoria, para contribuirmos com o desenvolvimento científico e tecnológico da Paraíba”. Disse Roberto, que é irmão do deputado Buba Germano (PSB).

A posse de Roberto Germano foi bastante comemorada no meio científico e tecnológico do estado e principalmente por seus conterrâneos, que conhece sua capacidade e competência para administrar o honroso cargo.

“Parabéns e muito sucesso na nova empreitada! O CCA torce pelo fortalecimento da Fapesq como força impulsionadora da pesquisa no Estado da PB”. Afirmou Manoel Bandeira em sua Rede Social.

Já o escritor Thiago Germano postou, “Ciência é coisa pra quem entende e faz ciência, e não púlpito de igreja ou palco pra piada pública. Feliz por saber que, aqui na Paraíba, a Fundação de Apoio à Pesquisa está em boas mãos”.

Portal do Curimataú