João Azevedo cresce, chega a 49% e pode ganhar no primeiro turno

candidatos a governadorPesquisa Ibope divulgada nesta sexta-feira (5) aponta os seguintes percentuais de intenção de votos válidos para o governo da Paraíba. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Votos válidos

João Azevêdo (PSB): 49%

Zé Maranhão (MDB): 31%

Lucélio Cartaxo (PV): 18%

Tárcio Teixeira (PSOL): 1%

Rama Dantas (PSTU): 1%

A soma dos valores pode diferir de 100% por questões de arredondamento. Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.

Votos totais

Veja, abaixo, o resultado da pesquisa Ibope considerando os votos totais.

João Azevêdo (PSB): 42%

Zé Maranhão (MDB): 27%

Lucélio Cartaxo (PV): 16%

Tárcio Teixeira (PSOL): 1%

Rama Dantas (PSTU): 1%

Brancos/nulos: 9%

Não sabe/Não respondeu: 3%

Simulações de segundo turno

João Azevêdo (PSB): 56% x 30% Lucélio Cartaxo (PV) (branco/nulo: 12%; não sabe: 3%)

João Azevêdo (PSB): 54% x 35% Zé Maranhão (MDB) (branco/nulo: 9%; não sabe: 2%)

Zé Maranhão (MDB) 43% x 36% Lucélio Cartaxo (PV) (branco/nulo: 18%; não sabe: 4%)

Sobre a pesquisa

Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos

Quem foi ouvido: 812 eleitores de todas as regiões do estado, com 16 anos ou mais

Quando a pesquisa foi feita: 3 a 5 de outubro

Registro no TRE: PB-04351/2018

Registro no TSE: BR-00096/2018

Contratantes da pesquisa: TV Cabo Branco e TV Paraíba

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro

0% significa que o candidato não atingiu 1%. Traço significa que o candidato não foi citado por nenhum entrevistado

O Ibope também publicou a pesquisa de intenção de voto para o Senado na Paraíba.

G1