Instituto de Previdência de Cuité-PB, tem rombo de 2,4 milhões

ipsec cuiteNesta terça feira (19), o presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipal de Cuité- IMPSEC destacou a fidelidade dos repasses das contribuições previdenciárias na gestão de Charles Camaraense (PPS).

A pontualidade dos repasses na atual gestão tem sido o diferencial do presente e passado para garantir o futuro. “Agora os servidores aposentados tem sido tratado com dignidade”. Disse Vicente.

DE acordo com Vicente, se por um lado o prefeito de Cuité tem sido firme em algumas posições politicas que pode ainda ser moldada, no campo econômico tem deixado os funcionários público de cabeça fria, inclusive os aposentados que antes recebiam seus vencimentos  atrasados.

– A previdência de Cuité, segundo o gestor, foi recebida com um rombo de R$ 2,4 milhões, e suposto desvio de dinheiro da previdência, com saques e depósitos em conta da previdência do município o que deve correr em segredo de justiça  – Concluiu.

Os conselheiros membros da primeira Câmara do Tribunal de Contas da Paraíba, em conformidade com o relatório do Ministério Público e da proposta de decisão do relator, resolveram julgar irregular a prestação de contas anual do Instituto de Previdência dos Servidores de Cuité PB – IMPSEC – relativas ao exercício de 2015, imputando a ex-gestora, a Srª Halina Helinskia Santos Araújo, uma multa no valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais), equivalentes a 42,32 UFR-PB, conforme dispõe o art. 56, II da LOTC/PB; concedendo-lhe o prazo de 30 (trinta) dias para recolhimento voluntário ao Fundo de Fiscalização Orçamentária e Financeira Municipal, conforme previsto no art. 3º da RN TC nº 04/2001, sob pena de cobrança executiva a ser ajuizado até o trigésimo dia após o vencimento daquele prazo, na forma da Constituição Estadual.

Com Dema Macedo