Ricardo Coutinho vai à Penitenciária para retirar tornozeleira eletrônica após conseguir liminar no STF

O ex-governador Ricardo Coutinho esteve na Penitenciária Média de Mangabeira, na tarde desta quinta-feira (6), para a retirada da tornozeleira eletrônica que usava desde fevereiro, quando determinado pela Justiça, no âmbito da Operação Calvário. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, concedeu liminar para a remoção do equipamento até que seja julgado o habeas corpus apresentado pela defesa.

A defesa de Ricardo Coutinho informou que houve “inconsistências no monitoramento” e que o ex-governador foi chamado seis vezes para comparecer à Central de Monitoramento na Penitenciária de Segurança Média Hitler Cantalice.

Ainda segundo explicou o advogado Eduardo Cavalcanti, Ricardo tem hipertensão arterial e pré-diabetes. “E completa 60 anos em novembro”, completou o advogado.

Ricardo Coutinho teve o direito de usar tornozeleira eletrônica concedido após ser preso na sétima fase da Operação Calvário, que investiga desvios de R$ 134 milhões da Saúde e Educação do Estado da Paraíba.

Redação com ClickPB