Audiência pública sobre trabalho infantil acontece em Picuí.

trabalho infantilMais de cem pessoas participaram, na noite dessa terça-feira (12/06), no Auditório Municipal “Djailma de Lima Vasconcelos”, da Audiência Pública sobre Trabalho Infantil, organizada pelo Conselho Municipal de Direitos da Criança e Adolescente, Secretaria Municipal de Assistência Pública e Ministério Público da Paraíba. O evento contou com a parceria da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto, NUCA-Picuí, Conselho Tutelar e equipes do CREAS e CRAS.

Olivânio Remígio (Prefeito de Picuí) abriu a solenidade, ressaltando que na atualidade existe toda uma rede de proteção aos direitos da criança e do adolescente – bem diferente de tempos atrás, exemplificando com sua própria experiência de vida, eis que começou a trabalhar com cinco anos de idade.

Em seguida, dr. Alcides Amorim (Promotor de Justiça da Comarca de Picuí) saudou os presentes, parabenizando a iniciativa, além de ressaltar o compromisso de toda a população na erradicação do trabalho infantil.

Na oportunidade, foram debatidos os pontos mais relevantes da problemática, através das palestras de Rafaela Cardins (advogada do CREAS-Picuí), que explanou acerca das verdades e mitos sobre o trabalho infantil; Jaucilene Macedo (coordenadora pedagógica da SMECD), que relatou as experiências exitosas nas escolas durante campanha do Ministério Público do Trabalho; e de um apanhado geral acerca do trabalho infantil, explicitado por Keiles Lucena (secretária de Assistência Social).

A audiência pública aconteceu sob o comando de dr. Alcides Amorim, com ampla participação dos membros do NUCA-Picuí, professores e equipe técnico-pedagógica da Secretaria de Educação, equipes da Secretaria de Assistência Social, e público em geral. Todo o cerimonial foi realizado por membros do NUCA-Picuí.

O evento fez parte da Campanha Municipal de Combate à Erradicação do Trabalho Infantil, que irá até o dia 21 de junho, com atividades nas Escolas Municipais. De 19 a 21 de junho acontecerão atividades de fomento no Combate ao Trabalho Infantil junto aos usuários dos serviços socioassistenciais.

Com Ascom