Em Pedra Lavrada-PB, músicos realizam gesto solidário na emancipação política do município

A expressão “o povo é quem faz a festa” talvez nunca tenha feito tanto sentido para os lavradenses como fez na noite dos 61 anos de emancipação política de Pedra Lavrada.

Não fazia parte da programação oficial divulgada pela prefeitura municipal à realização de shows musicais para celebrar os 61 anos de emancipação política. A justificativa para não realização dos shows foi à falta de recursos financeiros para contratar as atrações musicais ainda que locais.

O grupo “Os Guardiões da Luz” se organizaram e promoveram ao lado dos artistas: Chico Roque e Banda, Augusto Cesar e Humilroots uma comemoração em praça aberta pelos 61 anos do município.

A população atendeu ao chamado dos artistas e compareceu ao evento anunciado no final da manhã do dia 13 de janeiro. Ao microfone, palavras a partidárias e enfáticas que diziam que “não podemos deixar passar em branco o aniversário da cidade”. A frase tem força, pois foi entoada por um dos artistas locais.

O evento que teve a solidariedade da “prata da casa” expôs um gesto gigantesco diante o desprestigio que os 61 anos de emancipação política de Pedra Lavrada refletem aos seus artistas locais.

Os músicos de Pedra Lavrada que não receberam o tratamento adequando e merecido ao longo da história de Pedra Lavrada, por parte do poder público e ,não rara às vezes, por sua própria população que os desmerecem às vezes por atrações de fora do município, foi quem promoveu uma belíssima festa musical gratuita para todos da comunidade.

Um gesto humilde e sem interesses financeiros e políticos dos músicos locais que serviu para mostrar pela milésima vez que é preciso mais valorização aos nossos talentos que passam o ano inteiro pedindo nada mais do que oportunidade ao seu povo.

Por Anderson Eliziário