Em Picuí-PB, Gestão Municipal e Polícia Militar realiza ação contra as drogas e a violência.

picui policiaCrianças, pais, policiais e professores se reuniram com o prefeito Olivânio Remígio (PT), na tarde desta terça-feira (4), para a entrega de certificados das turmas do 1º ao 5º ano do ensino fundamental das escolas municipais Flávio Ribeiro e Tancredo Neves, através Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD) de Picuí.

“Tem sido um bom trabalho. Os monitores desenvolveram uma relação de pertencimento entre as crianças e a polícia”, disse a secretária de Educação Guia Lucena.

No município o programa atende crianças da educação infantil nas escolas Flávio Ribeiro e Tancredo Neves. “Tem sido um bom trabalho. Os monitores desenvolveram uma relação de pertencimento entre as crianças e a polícia”, disse a secretária de Educação Guia Lucena.

Filosofia  

“O PROERD é um programa inspirado no conceito de polícia comunitária”, explicou o soldado da Polícia Militar, Robério Benício. O policial divide as aulas de monitoria com o soldado Tiago Silva e confessou que gosta muito do que faz.

“O trabalho aproxima a PM da comunidade e reforça a sua imagem de instituição comprometida com a segurança e a cidadania da população”, resumiu o coordenador.

Visão de cidadania

De acordo com os professores as crianças perdem o medo da polícia e passam a se sentirem seguras na presença dela. Isso faz com que o trabalho pedagógico desenvolvido pelos parceiros tenha o efeito desejado na aprendizagem.

O trabalho nas salas de aula é focado na prevenção ao uso de drogas e na conscientização sobre a realidade da violência nos lares e na sociedade. “A família também é impactada quando aplicamos os métodos pedagógicos”, garantiu Benício.

A constatação do policial é reforçada pela fala do prefeito Olivânio Remígio durante a solenidade. “Nosso compromisso com o PROERD envolve polícia, escola e sociedade”, disse o prefeito. “A escola e a polícia fizeram o seu papel”, concluiu.

Ascom