Em Picuí, aluno da educação especial tem trabalho premiado nacionalmente

aluno picui jpeO aluno da Escola Estadual Professor Lordão, Eusébio Henriques Liberato (foto), 60 anos foi um dos selecionados no XV Prêmio Nacional do Denatran de Educação para o Trânsito. Eusébio concorreu na categoria educação especial, considerando sua limitação auditiva, e ficou em segundo lugar no Brasil.

O aluno foi orientado pelos professores Robson Rubenilson e Selma Dantas durante pesquisa e desenvolvimento do trabalho. Selma foi contratada pela Secretaria de Estado da Educação para atuar como interprete da Língua Brasileira de Sinais – Libras, auxiliando-o na aprendizagem de Eusébio Liberato.

A proposta apresentada a Eusébio foi a elaboração de um mosaico que retratasse o papel do ciclista no trânsito. Rapidamente entendeu a ideia e passou a pesquisar e a projetar seu trabalho que foi prontamente selecionado.

Eusébio é um exemplo de superação. Aos três anos precisou se separar da mãe que por condições materiais passou aos cuidados da avó. Surdo, Eusébio precisou desde cedo enfrentar as adversidades da vida no Seridó paraibano trabalhando na agricultura. Durante este período não teve tempo para os estudos. Na escola da vida tornou-se um prático mecânico e só depois dos 50 anos de idade pode iniciar sua vida estudantil.

Papel fundamental durante esta nova fase foi desempenhado pelas professoras Geana Souza e Maria da Guia Lucena que durante o ensino fundamental foram mais que profissionais da educação, foram ativistas da educação inclusiva no município de Picuí. Quando ingressou na Escola Estadual Professor Lordão contou com a sensibilidade e compromisso da Gerente Regional de Educação, Maria das Graças Almeida (Gracinha) que imediatamente providenciou a contração da professora Selma Dantas para acompanhá-lo durante as aulas regulares.

Hoje, Eusébio é um dos melhores alunos de sua turma, participando de todas as atividades na escola. Entre suas atividades em 2016 ministrou palestra durante a I Semana de Arqueologia de Picuí e apresentou o trabalho: A inclusão dos surdos nas escolas de Picuí, sendo sua equipe premiada em 1º lugar durante a Feira de Ciências da Escola Professor Lordão.

Eusébio reflete a esperança de todos aqueles que acreditam na educação especial como uma ferramenta de inclusão, socialização e profissionalização. Parabéns Eusébio!

Mídias no Lordão