Não tem tempo para estudar para concursos? Veja dicas

concurso procurado jpeNa coluna de vídeo desta semana, a especialista Lia Salgado fala sobre como organizar o tempo para conseguir ter um estudo de qualidade. A colunista fala sobre como dividir as jornadas de estudo e também como organizar a rotina para as mulheres que já são mães.

Jornada ideal?
O internauta Evandro Nascimento quer saber se existe um tempo de estudo por dia que seria o ideal para a sua preparação.

Segundo Lia, essa pergunta é muito comum entre os candidatos que estão estudando para concursos públicos. “Então eu vou devolver essa pergunta para você Evandro, de quanto tempo você dispõe?”

Porque não adianta a gente pensar em determinado número de horas se isso não cabe na sua realidade. Lia sugere que o internauta prepare um calendário do mês, separando os turnos de manhã, tarde e noite, onde ele vai anotar sua rotina diária: se trabalha, se faz algum curso ou se tem outras tarefas. Também é importante descatar algum feriado ou compromisso eventual naquele mês.

Como calendário em mãos, o candidato poderá saber quanto tempo sobrou para estudar. Se for pouco, ele pode tentar remanejar algum compromisso. “Se você realmente está decidido a estudar, é momento de reavaliar suas prioridades.Será que pode retirar ou reduzir alguma coisa da rotina? Porque não há como se aprovado sem alguma dedicação”.

Lia indica iniciar a rotina de estudos com pelo menos três horas por dia, mesmo que não seja todos os dias, ou mais horas no fim de semana, se for impossível durante a semana. Sábado e domingo podem ter períodos de estudo mais prolongados.

Quem tiver mais tempo para estudar, pode dividir o período em dois turnos, com 2 a 3 horas cada. Quando o candidato já estiver acostumado com a carga, ele pode aumentar o tempo para 3 horas em cada turno e depois pode passar a fazer 3 turnos de 3 horas – manhã, tarde e noite.

“Sempre faça uma pausa de 15 minutos no meio do período, mesmo que você esteja empolgado. Isso garante a qualidade e a concentração até o fim do horário estabelecido”, recomenda Lia.

“Lembre sempre que o mais importante é a constância”, afirma. Ou seja, não adianta estudar muito em uma semana ou em um mês e depois interromper. Assim como uma preparação física, o ganho só aparece se você fizer disso um projeto sério e continuado.

Trabalho e filho
A internauta Tatiany Lima, quer saber como pode se dedicar aos estudos para concursos mesmo trabalhando e tendo um filho pequeno.

Lia conta que durante a sua preparação para concursos trabalhava e cuidava dos seus quatro filhos. “Foi uma loucura. Talvez se eu tivesse consciência do que eu estava fazendo, eu não teria tanta coragem”.

Segundo a especialista, a candidata não deve se comparar a outras pessoas que parecem ter uma condição melhor e usar isso como justificativa para não conseguir.

“A única saída possível é olhar para a sua vida e ver como fazer. Prepare um quadro de horários com todas as suas tarefas e tente organizá-las de forma mais concentrada para sobrar algum tempo”, indica Lia.

Lia diz que a internauta pode tentar estudar quando o filho dormir ou fazer um acordo com o marido ou com a mãe para ter uma ajuda no turno da noite, por exemplo das 19.30 às 22.30h, que já represeta três horas de estudo por dia. Ou até mesmo deixar o bebê brincando perto enquanto estuda.

“Não é a melhor qualidade, mas talvez seja o possível nesse momento. Foi o que eu fiz durante os dois primeiros anos de preparação. Enfim, você precisa ser criativa e buscar soluções. Não adianta olhar para as dificuldades. É importante descobrir as brechas para encaixar o estudo”.

Redação