Ciro volta a atacar o PT e chama Lula de ‘adversário’.

ciroDepois de mais um ataque ao PT, Ciro Gomes se assume adversário de Lula e taxa o ex-presidente de ‘político preso’. Ciro diz que Lula quer conduzir o processo político da cadeia e que a tese do ‘Lula Livre’ foi derrotada. Sobre o ex-presidente ele diz: “O Lula continua conspirando de dentro da cadeia, na politicagem mais rasteira. Nós temos que tratá-lo como ele é: como um adversário”.

A reportagem do jornal O Globo destaca trechos da entrevista entremeados pelo texto do jornalista Bernardo Mello Franco, que diz: “na quinta-feira, o pedetista reapareceu em Salvador, onde bateu boca com militantes que defendiam o ex-presidente Lula. Foi um aviso. Daqui para a frente, ele quer distância dos ex-aliados, mesmo que isso signifique manter a esquerda fragmentada. ‘Para a cúpula do PT, o inimigo não é o Bolsonaro. Sou eu’, justifica. ‘A disputa agora não é de projeto, é de hegemonia. Eles envelheceram. A tática do PT é me empurrar para a direita, como fizeram com o Brizola e com o Arraes. Só que eu não vou’, desafia.”

A matéria prossegue: “ele diz que ‘não comemora’ a situação do petista, mas se recusa a endossar sua defesa incondicional. ‘Lula não é um preso político. É um político preso. Preso político é o Mujica, que nunca foi acusado de corrupção’, provoca. ‘Vamos olhar a realidade ou ficar navegando na maionese?’. Para o ex-ministro, o PT se deixou aprisionar com seu líder em Curitiba. ‘A tese do ‘Lula Livre’ foi derrotada. Se continuarem insistindo nisso, vão ser derrotados de novo’, avisa.”

Redação