Presidente da Empaer Nivaldo Magalhães assume presidência da Asbraer

nivaldo 2O presidente da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer), Nivaldo Moreno Magalhães, foi eleito para presidir a Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer), para o biênio 2019/2021. Ele terá como função acompanhar o trabalho de 27 entidades de extensão rural de todo o país. A Asbraer é uma organização independente, apartidária e sem fins lucrativos que trabalha em defesa de um modelo de desenvolvimento ambientalmente sustentável, economicamente viável e socialmente justo.

Ele agradeceu a sua escolha feita por unanimidade, ressaltando que é mais uma oportunidade para colocar em prática a experiência de vários anos em fazer a agricultura familiar. Nesta quinta-feira, dia 14, ele presidi sua primeira reunião como novo presidente da Asbraer.

Para o secretário do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), Efraim Morais, a participação da Nivaldo Magalhães na presidência da Asbraer, entidade que tem uma forte presença na organização da política de assistência técnica e extensão rural, é de grande importância para a Paraíba. Ele destacou as qualidades profissionais e técnicas do presidente da Empaer. “Não temos dúvida de que Nivaldo vai desenvolver um trabalho grandioso na contribuição para consolidar políticas públicas que vão ajudar no fortalecimento do setor agrícola, não somente da Paraíba, mas em todo o país, junto com as empresas de extensão rural de outros estados”, disse.

A assembléia que escolheu Nivaldo como presidente da Asbraer, aconteceu ontem à tarde durante assembléia ordinária da Asbraer que está sendo realizada em Brasília, desde ontem (quarta-feira, dia 13), continuando hoje, cuja pauta do evento contempla a apresentação das diretrizes dos órgãos parceiros da Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) pública brasileira como Embrapa, Anater, Secretaria de Defesa Agropecuária, Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação, Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo, todas do Ministério da Agricultura e Agropecuária (Mapa).Nivaldo Asbraer.jpg

Estão presentes na 55ª edição Assembleia Geral Ordinária da Asbraer, os 27 dirigentes das Emateres do Brasil, o presidente da Embrapa Sebastião Barbosa e outros autoridades ligadas ao setor agrícola.

Além do novo presidente da Asbraer, Nivaldo Magalhães, foi eleito por unanimidade, a presidente da Emater-PA, Cleide Amorim, assumindo a vice-presidência nacional da entidade. A posse aconteceu na noite de quarta-feira, na Sala Rubi do Hotel Cullinan, onde aconteceu a reunião.

Nivaldo Moreno de Magalhães, que presidiu a ex-Emater por duas ocasiões e foi nomeado para a presidência da Empaer, criado pelo atual governo, é poeta e tem graduação em Psicologia pela Fundação Universidade Regional do Nordeste. Também é técnico em Agropecuária pelo Colégio Agrícola de Jundiaí-RN. Ele ingressou no Serviço de Extensão Rural da Paraíba – Emater-PB em 1977.

Exerceu o mandato de vereador pelo município de Esperança – PB em duas legislaturas – 1989-1992 e 1993-1996. Na Maçonaria foi venerável Mestre e Grande Inspetor Geral e da Ordem – Grau 33.

Diretor-presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão da Paraíba – Emater/PB entre 2003 e 2009, diretor-presidente do Instituto de Terras e Planejamento Agrícola do Estado da Paraíba – Interpa/PB entre janeiro de 2011 a dezembro de 2014 e diretor-presidente da Gestão Unificada Emater/Emepa/Interpa, a partir de janeiro de 2015 e até janeiro de 2019, quando foi criada a Empaer que fundiu todas as três empresas. Afora outras atividades, é escritor, tendo as seguintes publicações: “O Segredo de Falar em Público” e “Ronaldo Cunha Lima Espirituoso”.

A vice-presidente Cleide Maria Amorim de Oliveira Martins, é engenheira agrônoma, é natural do Pará. É a primeira e única mulher a presidir a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), de 2011 a 2014.

Nivaldo é o segundo paraibano a assumir a presidência da Asbraer, ambos contabilizando ganhos para a agricultura da Paraíba. Nos anos de 1990 assumiu o mesmo cargo o agrônomo Francisco Marinho de Medeiros, que foi também presidente da Emater.

Com Ascom Empaer